A História do Trench Coat

IMG_0015
MODA
Junho 08.2017

IMG_0015

O Trench Coat, é o casaco mais usado na primavera e no outono, pois protege contra vento e chuva com estilo. É também um dos casacos mais copiados da história da moda, porque combina com tudo.

Ele foi iconizado por Hollywood através de Sherlock Homes, do inspetor Clouseau (do filme “A Pantera Cor-de-Rosa”), de Humphrey Bogart (do filme “Casablanca”) e do detetive Dick Tracy.

Trench-coat significa “casaco de trincheira”. Nada mais óbvio se levarmos em conta a origem militar da peça. Embora todos tenham certeza do berço do trench, existe uma grande controvérsia em relação à qual marca criou a roupa.

IMG_0345

A disputa fica entre a Aquascutum e a Burberry, duas grifes tradicionalíssimas nas fronteiras da Rainha. Mesmo assim, sempre que falamos da peça, a maioria do público pensa na Burberry, talvez pelo fato de a marca estar a mais tempo na ativa e mais bem colocada no mercado (apesar de todas as crises) do que a Aquascutum.

Mas, em nome do bom jornalismo, seguem as duas versões da história. Segundo a Burberry, o trench-coat foi um modelo adaptado pela marca em 1914 para atender todas as necessidades e acomodar o equipamento dos soldados britânicos. Inicialmente, eles eram confeccionados em gabardine impermeabilizado, uma técnica criada e patenteada por Thomas Burberry em 1888. A modelagem era ampla, com uma fenda traseira, ombreiras, uma pala larga nas costas, tiras com fivelas nos punhos, uma aba abotoada num ombro e bolsos fechados com tampas para melhor acomodar os pertences dos soldados.

No entanto, de acordo com a Aquascutum, a marca havia patenteado uma lã impermeável em 1851, usada para confeccionar os trench-coats dos oficiais britânicos. Ainda segundo a grife, o uso da peça por civis, ou seja, por não-militares, “gente comum”, começou em 1918, através de personalidades como o primeiro ministro Winston Churchill.

Mas, independente de quem criou a peça, a verdade é que depois que as guerras terminaram a capa impermeável virou febre de consumo tanto para os homens como para as mulheres, que adoravam usá-las com sapatos de salto alto. Desde então o trench-coat possui uma imagem indissociável da elegância, do mistério e da sensualidade.

Como a peça normalmente reveste o corpo por completo, deixando somente parte das pernas de fora, ela suscita indagações sobre “o que está por debaixo” daquilo tudo. Sem contar que o trench-coat evoca austeridade, disciplina, tudo porque é uma peça oriunda dos campos de batalha.

Os primeiros modelos de trench-coat que ficaram populares eram quase sempre de gabardine na cor bege, com comprimento 7/8 (sete-oitavos). Com a massificação da peça, novos modelos, nos mais variados tecidos, comprimentos e cores, surgiram. Nos anos 2000, principalmente depois de 2004, o trench-coat teve mais um período de sucesso, virando o casaco nº1 no closet dos mais finos.

Ainda nos tempos atuais o Trench Coat apesar de ser uma peça Vintage continua mais atual do que nunca, timeless. Todo ano surgem novas versões apaixonantes do casaco mais queridinho do mundo! A gente adora e vocês?!

Confira nossas dicas de como usar o Trench Coat aqui

Fotos Reprodução/ Divulgação: Pinterest

 

Fonte: https://www.google.com.br/amp/s/modaemquestao.wordpress.com/2008/06/19/a-historia-do-trench/amp/

Share This:

Gaby Negromonte

Autor: Gaby Negromonte

Mãe, Estilista, Stylist, Consultora Criativa, Consultora de Moda, Consultora de Imagem, Técnica em Ciência Têxtil, Empresária, Turismóloga, Globe Trotter, Poliglota e Curiosa…

6 pensamentos em “A História do Trench Coat”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *