Onde comer e o que fazer de legal em Salvador durante o Carnaval?!

Life Style
Fevereiro 22.2017

 

Muita gente vem pra Salvador durante o Carnaval e fica sem saber o que pode fazer durante o dia, onde comer e onde encontrar a gataria!

Fiz um guia super legal para deixar seus dias mais deliciosos durante o Carnaval de Salvador!

ONDE COMER…

Salvador vai muito além da comida baiana e tem uma gastronomia variada, para todos os gostos! Fiz um mini guia para você desfrutar seus dias com mais sabor!

Comida Baiana

A culinária baiana é praticamente toda herança afro-brasileira com alguns itens portugueses. Se caracteriza por pratos com frutos do mar, muito dendê, leite de coco, amendoim, castanhas e pimentas.

A gente adora o Restaurante Bargaço! Local agradável, com jardim aberto e refeitórios cobertos. Excelente comida baiana e sempre dá muita gente bonita! Um dos favoritos dos nativos de Salvador para comida baiana! A gente sugere a lagosta grelhada na manteiga com batatas ou qualquer um dos ensopados e moquecas.

Bargaço

Restaurante Bargaço – Foto: Pepe Fiorintino

 

Restaurante Paraíso Tropical do chef Beto Pimentel, é um dos mais famosos da cidade! Ele mantém um pomar no quintal do restaurante e é conhecido por incrementar seus pratos com frutas e iguarias frescas do seu próprio pomar e da região! Os drinks também são fabulosos! Muito diferenciado! Vale a pena conhecer!

Restaurante Paraíso Tropical, funciona há anos em uma casa rústica na segunda travessa à esquerda do Resgate, no bairro do Cabula.

Prato do Chef Beto Pimentel – Foto: Duda Lima

 

O Restaurante Yemanjá é um dos mais antigos e tradicionais restaurantes de comida baiana em Salvador. Comida e preço bom! Apesar de ser um clássico da cidade, o lugar é bem turístico!

O restaurante Casa de Teresa da Chef Teresa Paim é petit, mas muito aconchegante. A casa é colorida assim como os pratos de Teresa e a comida é excelente! O restô fica no burburinho do Rio Vermelho que a gente adora!

Difícil mesmo é estacionar o carro! Sugerimos ir de táxi ou de Uber!

Chef Teresa Paim – Foto: Solange Rossini

 

Contemporâneos e Mediterrâneos…

Cozinha Contemporânea é a cozinha praticada hoje nos grande centros urbanos. Tem como principal característica a sua flexibilidade na forma de preparar e apresentar os pratos.

Pense em uma comida bonita, saborosa, cheirosa e também saudável, que alia alimentos frescos, legumes, ervas, azeites, frutos do mar e um bom vinho. Essas são as principais características da culinária mediterrânea, muito conhecida pela sua riqueza gastronômica e por ser uma das mais benéficas à saúde.

As nossas opções favoritas de restaurantes contemporâneos e mediterrâneos foram por nós classificados não apenas pela comida, mas pelo ambiente. Confiram nossa seleção abaixo:

Restaurante Amado do Chef Edinho Engel, é um dos melhores restaurantes de Salvador. Tem uma localização privilegiada na Avenida Contorno e ainda uma vista estupenda da Baía de Todos os Santos. É o tipo de restaurante para ir com calma, degustar um bom vinho e apreciar seu pedido! A gente adora o risoto de frutos do mar!

Restaurante Amado – Foto: Reprodução/ Divulgação: Site Oficial Amado

 

O Restaurante Mistura recém inaugurado da Gamboa, já entrou na nossa lista de favoritos de Salvador. Vista espetacular e comida maravilhosa! Restaurante requintado! Vale a visita, principalmente se bem acompanhado! Não deixem de comer as ostras frescas apreciando um bom vinho!

Restaurante Lafayette , é um dos maravilhosos restaurante na Marina. Aliás todos os restaurantes da Marina valem muito a pena! Na dúvida de onde comer, vá pra Marina! Além de restaurantes maravilhosos você ainda desfruta da espetacular vista da Baía de Todos os Santos! A gente AMA!

O Lafayette fica encima do mar e as árvores fazem parte da decôr do restaurante! Muito agradável, principalmente para passar uma tarde com amigos.

Restaurante Lafayette – Foto: Reprodução/ Divulgação: Site Oficial Lafayette

 

Das Restaurante, é outro restaurante que adoramos na Marina! Moderno e aprazível. O grelhado de Frutos do Mar é de comer rezando e adoramos a entrada: Trio Marina Piccola! Vale provar!

das-restaurante-salle-du-restaurant-6c14c

Das Restaurante – Foto: Reprodução/ Divulgação: Site Oficial Das

 

Italianos

É uma das culinárias mais populares do mundo, com suas pizzas, massas e outros tipos de preparações. Tanto ingredientes como pratos mudam de região para região do país. Existem diversos pratos regionais importantes que também assumiram caráter nacional, enquanto diversos pratos proliferaram, em diversas variantes, por todo o mundo. Queijo e vinho são uma parte importantíssima da cozinha do país, desempenhando diferentes papeis tanto regionalmente quanto nacionalmente. O café, mais especificamente o espresso, assumiu um papel de destaque relevante na cultura gastronômica da Itália.

O restaurante Alfredo di Roma tem tradição na cidade! O restaurante é super aconchegante e a comida é maravilhosa! Infelizmente fica do meio do circuito do carnaval. O acesso deverá ser complicado nesse período!

O restaurante Pasta em Casa, tem pastas frescas, preço justo e local muito agradável. As massas são muito frescas e eles possuem uma lojinha no andar de baixo que você pode levar sua massa favorita congelada pra casa.

O restô fica numas das ruelas do Rio Vermelho. Com certeza um de nossos italianos favoritos na cidade! Ah, não deixe de provar o cheesecake de sobremesa!

pastaemcasa

Restaurante Pasta em Casa – Foto: Reprodução/ Divulgação: Facebook Pasta em Casa

O Bella Napoli, é conhecido por ter o melhor filet a parmeggiana da cidade! O restaurante que fica no Caminho das Árvores, tem ótimo serviço e um ambiente muito clean e deleitoso! O buffet de entradas é maravilhoso! Se for, peça o clássico parmeggiana que não tem erro! Ops! eles estarão de recesso no Carnaval! Mas deixo a dica de todo jeito para aqueles que vem visitar Salvador.

Francês

Conheceu a garota dos seus sonhos no Carnaval e quer levar ela para um jantar romântico inesquecível?!

Então você precisa levá-la ao Lariquerri ou Chez Bernard!

O Larriquerri é petit e a comida é dos Deuses. Tudo elaborado com muito carinho por uma família caprichosa nos detalhes e sabores. Precisa reservar com antecedência! Maravillous!!

O Chez Bernard, fica na Gamboa e tem uma vista maravilhosa. Sabe aquele ambiente ultra romântico, tipo jantar a luz de velas?! É disso que estamos falando! A comida francesa é clássica na cidade! Adoramos!

ChezBernard

Chez Bernard – Foto: Reprodução/ Divulgação

 

Alta Gastronomia

A alta gastronomia é por definição uma cozinha de preparações e apresentações elaboradas, servida geralmente em pequenas e variadas porções utilizando tanto técnicas tradicionais como contemporâneas.

Quer ter uma experiência gastronômica diferenciada?! Então você não pode deixar de provar o menu degustação do Restaurante Origem. O restaurante é comandado pelos chefs, Fabricio Lemos e Lisiane Arouca. Eles só trabalham com menu degustação e prometemos que será uma experiência única. Uma sinfonia de sabores!

O restaurante mais extraordinário de Salvador, sem sombra de dúvidas!

origem

Prato do Restaurante Origem – Foto: Reprodução/ Divulgação: Site Oficial Origem

 

Outra opção, é ter uma experiência enogastronômica no Bistrot du Vin Adega, que tem culinária requintada e 3.600 rótulos de vinhos no seu empório, ao seu dispor. Você tem a opção de comprar seu vinho no empório e degustar com sua refeição. A gente sugere como entradas, o Ceviche Peruano (melhor da cidade) e a lula provençal; e o “Filet Rosssini” (se você for amante de fois gras fresco) como prato principal! Mas tudo lá é maravilhoso! E eles ainda trabalham com menu executivo no almoço, muito bem servido e bom preço!

 

IMG_2613

Bistrot du Vin Adega – Foto: Acervo Bistrot du Vin Adega

 

Japas

A cultura japonesa tem uma forte presença em solo brasileiro e a cada ano que passa se torna mais tradicional.  Talvez nos últimos tempos nada seja mais habitual no Brasil do que a culinária do Japão, quando se trata de um jantar especial, datas comemorativa. Sua comida pode ser apreciada nos mais diversos restaurantes especializados espalhados pelo Brasil, está entre as comidas estrangeiras mais apreciadas por nós brasileiros.

O restaurante Soho é o restô mais baldado da cidade. Fica na ponta da Bahia Marina e o restaurante em si é um espetáculo de arquitetura projetada para interagir com o meio ambiente marinho. Nas mesas externas é possível ver o mar não só pelas varandas, mas pelo chão de vidro transparente. A comida japonesa é inovadora e muito particular, e preciso admitir muito, mas muito apaixonante! Esse restô precisa estar na sua lista de MUST-GO de Salvador!

©Romero Cruz

Soho Restaurante – Foto: ©Romero Cruz

 

O Shiro é outro restô japonês que amamos! A comida é surreal, ambiente acolhedor e está sempre cheio de gente bonita!

 

ONDE ENCONTRAR A GATARIA…

Quer sair pra encontrar a gataria durante o dia?! A gente dá as dicas quentíssimas!

Geralmente a turma badalada passa os dias no Yatch Club da Bahia, mas o clube é privado e você precisa ser convidado por um sócio para entrar. E para entrar precisa pagar uma taxa, que nos fins de semana e feriados não são baratas! Mas vale muito a pena, principalmente porque a praia é uma delícia e as piscinas também. A comida é boa e barata. E não vamos esquecer que a turma HOT HOT vai estar lá.

YCB

Yatch Club da Bahia – Foto: Divulgação/ Reprodução

 

Outro ponto de encontro forte é o Fogo de Chão, restaurante rodízio que a turma sempre escolhe como opção rápida e cool de matar a fome e ver gente bacana.

O Soho da Bahia Marina, como já tinha mencionado é o lugar mais badalado de Salvador, então é sempre uma opção de ver e ser visto e ainda desfrutar de um dos restôs mais deliciosos e aprazáveis da cidade!

O restaurante Amado é ponto de encontro de uma galera mais requintada. Então quer ver gente mais elegante, esse é o ponto de encontro!

Está procurando um ponto de encontro mais hype e relax, então seu lugar é o Rio Vermelho! Lá é cheio de barzinhos e restôs descolados. O burburinho do Rio Vermelho fica no acarajé da Dinha e ao redor você encontra de tudo.

Adoramos o La Taperia, bar/restô especializado em Tapas espanholas. Uma delicia de lugar e ambiente! Mas vive cheio e não faz reservas, a ideia é chegar cedo e garantir uma mesa!

DELIVERY LEGAL

Nao quer sair de casa ou do hotel, mas quer desfrutar de uma boa culinária. A gente tambem dá a dica…

O Soho faz entrega em vários pontos da cidade, até porque o Soho Marina nao é o único Soho da cidade, mas é o mais legal!

Uma opção barata e gostosa de comida oriental é o Oriente Fast. Eles entregam a partir das 11 da manhã e a comida é muito boa e tem bom preço. O yakisoba é bem servido e gostoso. O ceviche de frutos do mar é um dos melhores da cidade. Os combinados são bem servidos, destaque para o maçaricado! E se você estiver no Rio Vermelho vale uma visita ao restô, que fica próximo a igrejinha de Yemanjá e de frente pro mar! A gente adora!

Tá na vibe de pizza?! A nossa favorita, não só pela variedade de sabores, mas pela qualidade, especialmente de recheios, é a Rocca Forneria! Ela tem duas sedes na cidade, uma na Pituba e outra na Graça. O delivery começa no inicio da noite. O ambiente das duas pizzarias é muito legal! Melhor pizza da cidade, mores!

rocca

Rocca Forneria – Foto: Reprodução/ Divulgação

 

Tá afim de italiano?! A gente amaaaa o Zafferano. Domingo sim, e domingo também tem delivery deles aqui em casa. O filet a parmeggiana é tão bom quanto o da Bella Napoli. A bruscheta de polvo é de comer rezando. E o filé ao vinho é um fenômeno! Só pra citar algumas das delicias do menu. Mas seja lá o que voce escolher, voce vai amar. Depois de uma farra, conforf food é uma pedida inteligente!

zafferano

Filet ao Vinho Tinto – Zafferano – Foto:  Foto: Reprodução/ Divulgação

 

MELHOR PÔR DO SOL

Alguns pontos da cidade oferecem o melhor pôr do sol. A gente selecionou aqueles lugares que vocês não vão se arrepender de ir!

pereira

O Pereira Café, fica no Porto da Barra. Além de ser ponto de encontro da gataria nos fins de semana em Salvador, é um dos nossos locais favoritos para ver o pôr do sol. O cardápio passou por uma reformulação pelas mãos da renomada Chef Flavia Sampaio e está melhor do que nunca! Vale a pena ir, não só na sede do Porto da Barra, mas em qualquer dos cafés nos Shoppings pela cidade!

 

O recém inaugurado Egeu, fica na Ladeira da Barra e tem uma vista fenomenal! O restaurante lembra uma casinha grega e a culinária é mediterrânea. A comida é honesta e os drinks criativos! Tudo indica que será um ponto de encontro esse carnaval!

O Aqua Café, tem duas sedes, uma na Ladeira da Barra e outra na Bahia Marina, ambas com vistas maravilhosas! A comida vai de sushi a petiscos. Lugar perfeito para o pôr do sol com amigos!

Mas não quer ver o pôr do sol em restaurante ou bar?! Então vai pra Praia do Porto da Barra, que não tem erro! Definitivamente um dos lugares mais mágicos da cidade para sunsets!

PRAIAS

As praias mais legais ficam foram de Salvador. Vale super a pena passar um dia na Barraca do Lôro ou na Bora Bora. São barracas de praia com uma super estrutura. Os restaurantes de lá também são ótimos. Fica a mais ou menos 30km de Salvador, então o melhor mesmo é ir para passar o dia com os amigos e ou família! Sim, eles também tem estrutura para crianças! Aliás a gente garante que todo mundo curte!

BarracadoLoro

Barraca do Lôro – Foto: Reprodução/ Divulgação: Site Oficial Barraca do Lôro

 

Não quer sair de Salvador?! Então uma boa opção é a Praia do Porto da Barra! Vale ficar até o pôr do sol!

Tem um restô/ bar ultra cool que fica a beira da praia no Rio Vermelho. A gente adora ir para almoçar e passar a tarde no Blue Bar. A praia está a frente do bar, mas raramente vejo as pessoas frequentando a praia e barraca ao mesmo tempo, sabe o que quero dizer?! Não é bem um local para ir tomar sol…mas é possível!

Espero que aproveitem muito seu carnaval e desfrutem das dicas dessa nativa apaixonada por culinária e por Salvador! Aqui só passamos o Creme de lá Creme! Indicações testadas e comprovadas!

E voltem sempre não só a nossa cidade linda, mas ao nosso estado maravilhoso!

Share This:

We are Carnaval!!!

Foto: Acervo Style Guide

 

Relato de uma carnavalesca iniciante e sua primeira vez no Camarote Salvador, uma das melhores festas do planeta!

Preciso admitir que nunca fui uma grande carnavalesca (claro até conhecer o Camarote SSA), apesar de ter vivido quase toda a minha vida na cidade que sedia o melhor carnaval do Planeta! Talvez porque tinha outros objetivos na época e passava os verões brasileiros no hemisfério norte estudando.

Antes de ir no Camarote Salvador, eu não passava carnaval na Bahia há mais de 10 anos. E o pouco que conhecia de Carnaval limitava-se aos blocos de rua, usando os velhos abadás (mas eu ainda cheguei a pular de mortalha). O must naquela época eram os bequinhos de rua em Ondina, onde a gataria se reunia após pular atrás do trio elétrico.

Depois de mais de dez anos, de volta ao Brasil, posterior a uma longa temporada na Europa, lá estava eu de volta, ao calor efervescente do verão de Salvador. E tudo o que escutava falar era do “fenômeno” Camarote Salvador.

Minha irmã e meus amigos não falavam de outra coisa e meio que me convenceram a comprar 3 dias dos 6 oferecidos pelo Camarote Salvador. Eles não sugeriram que comprasse mais dias, porque achavam que eu não ter pique. Mas eles só achavam…rsrs

Eu estava muito curiosa. O que teria de tão único e especial nesse Camarote para deixar as pessoas enfeitiçadas e fazê-las investir, as vezes pagar o ano todo pelo pacote de festas de 6 dias do Camarote Salvador.

Foto: Acervo Style Guide – Gaby na Praia do Camarote Salvador

 

Lá fomos nós conhecer o Camarote Salvador…

Minha irmã estava eufórica há semanas o que me deixou mais ansiosa ainda.

Já na entrada, fomos surpreendidos por um corredor de espelhos iluminados. Parada estratégica para fotos!

Bem na entrada do Camarote, garçons com bandejas com todos os tipos de bebidas esperavam os foliões para servi-los. O Camarote começou a me conquistar aí…rsrs

Mas vamos lá, drinks em mãos, eu queria era explorar o lugar!

O lugar era gigante, uma puta estrutura. Cara viajei o mundo todo e nunca tinha visto nada parecido.

Diversos espaços temáticos e com música para todos os gostos (ou quase).

Tinha uma área de alimentação bem espaçosa e com uma grande variedade alimentícia a disposição a noite inteira. Vale lembrar que o Camarote é all inclusive!

Na entrada várias tendas com bebidas e brindes de patrocinadores oferecidos aos que passavam ali.

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_4a7

Foto: Acervo Style Guide

 

Subindo as escadas, haviam 2 andares com largos mirantes para que os foliões pudessem acompanhar o carnaval de rua e ver os trios elétricos passarem. Num desses andares tinha um balcão de customização das camisas. Achei um barato, eles oferecerem esse serviço na hora!

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_453

Foto: Acervo Style Guide – Praia Camarote Salvador

 

A praia foi um dos meus locais favoritos, achei surreal o espaço que eles criaram! Pés na areia, ar livre e um puta palco com as melhores bandas e djs.

Achei surreal a ideia que um dos patrocinadores teve de montar uma bolha gigante suspensa no intuito de oferecer aos casais um pouco de privacidade a dois, se é que vocês me entendem. Não, eu não cheguei a subir na bolha, só pra constar!

A praia também sediava o melhor de fim de festa do Camarote! Música com o dia nascendo e uma energia indescritível. Inesquecível!

IMG_2942

Foto: Acervo Style Guide – Boate Camarote Salvador

 

E tinha a boate… Ah a boate! Lugar mágico do Camarote! Que puta estrutura de som, imagens, bares e acústica! Eles conseguiram construir uma boate gigante no meio do carnaval de Salvador! Tiro o chapéu pra esses caras!

IMG_2936

Foto: Acervo Style Guide – Make us Sweat na Boate

 

O primeiro som que escutei na boate, Make Us Sweat, que não eram muito conhecidos na época e hoje são um dos mais badalados do Brasil, foi incrível! Paixão ao primeiro som!

Aliás, o Camarote Salvador tem fama de lançar futuros sucessos! O que ele coloca para tocar lá explode em seguida!

Um dos exemplos disso foi Pedrinho Caldas que naquele ano levava o Baile do Zeh Pretim pro Camarote e no ano seguinte a Fextinha para fechar o carnaval no Camarote Salvador (que por sinal foi top das galáxias). Pedrinho depois disso lançou a Agência New Fun e faz as festas mais estouradas do Brasil.

 

IMG_2998

Foto: Acervo Style Guide – Baile do Zeh Pretim na Praia

 

Berço de sucesso, quem passa pelo Camarote Salvador não esquece! E não é só pela super estrutura oferecida, mas pela a energia. A sensação que temos é que quem tá ali quer viver tudo intensamente, como se aquele fosse o último momento de sua vida!

Chego a arrepiar de lembrar a alegria contagiante e inebriante daquele lugar!

IMG_3008

Foto: Acervo Style Guide – Turma da Alegria

 

Quem podia imaginar que uma história que nasceu de uma conversa entre os amigos Luis Eduardo Magalhães Filho e Paulinho Góes, que queriam construir uma área reservada para reunir apenas os seus convidados durante o Carnaval em Salvador iria, resultar numa dos locais mais cobiçados e almejados do mundo?!

Em 2000, o espaço comportava 400 pessoas e, ao longo dos anos, a fama de possuir um excelente serviço foi se espalhando e o camarote teve que crescer para comportar um número maior de convidados.

Finalmente, em 2007, os sócios resolveram abrir as portas do camarote para o público, oferecendo a mesma estrutura. Dois anos depois, em 2009, o Camarote Salvador expandiu mais um pouquinho os seus domínios com a construção do Hotel Salvador.

Hoje o Camarote Salvador comporta 3 mil pessoas e apesar de ser um dos mais caros é sempre um dos primeiros a esgotarem as vendas! E segundo o slogan deles #somosSonho E é isso mesmo que eles fazem, vendem e realizam sonhos naquele lugar!

Lembro ter encontrado com Paulinho (Idealizador e um dos proprietários do Camarote Salvador) e sua esposa Liege,  na última noite de festa e dito a eles muito emocionada, quase chorando: ” Paulinho obrigada por ter criado um lugar tão incrível!”

Depois desse primeiro ano (2015), passava o ano ansiosa para o verão e para viver o Camarote Salvador. 2016 fui outra vez e senti a mesma emoção do primeiro ano.

Embarco para o meu terceiro ano de Camarote Salvador….

Confere a Galeria abaixo com os melhore momentos do Camarote Salvador 2015/2016…

Share This:

Minha experiência Prius

Life Style
Setembro 20.2016
priusegaby
Foto: Walter Andrade

No fim de semana que antecedeu o lançamento do nosso site Style Guide, fui convidada pela Guebor Toyota para experimentar o seu novíssimo lançamento, o Prius. Adorei passar um fim de semana inteiro com o Prius e achei a ideia da experiência genial, já que o conceito do site é passar aos leitores apenas experiências reais.

guebor

Antes de mais nada sou cliente da Guebor e fã da Toyota há mais de um século. Isso deve-se principalmente a tecnologia japonesa dos carros Toyota, que não me dão dor de cabeça. Não sou uma grande entendedora de carros como a maioria das mulheres, então o que sei, por experiência própria, é que essas máquinas quase nunca quebram. Os meus carros Toyota nunca quebraram e a revisão tem ótimo preço! Tudo o que um motorista espera de um carro, concordam comigo?!

Então desde a primeira vez que tive um Corolla, não passava pela minha cabeça, trocar meu carro por outra marca de carros. Trocava e troco de olhos fechados por um modelo novo da mesma linha Corolla…

Até que fui apresentada ao novo Prius e preciso admitir que esse carro não sai da minha cabeça e se tornou meu mais novo objeto de desejo. E depois que vocês lerem esse relato, possivelmente vão entender o porquê.

Fui recebida na Guebor com muito carinho pelo gerente Robson, aliás a gentileza e cordialidade são características do atendimento Guebor Toyota. Depois de passar pelo procedimento padrão para a retirada de um carro para teste fui direcionada ao veículo pelo vendedor Jair, que me instruiu sobre o funcionamento do carro.

espacointernoDentre tantas novas e fantásticas características do carro, algumas me chamaram muita atenção. O design arrojado do carro, interna e externamente. O painel moderno e de fácil compreensão. O espaço interno, principalmente das cadeiras do carona que tem um espaço maior e são mais profundas. E vêem ainda com suportes específicos para inserção das cadeirinhas de segurança para crianças, o que para uma mãe como eu, faz toda a diferença.

Um dos grandes benefícios do carro é a tecnologia híbrida, isto é, a combinação de dois motores: gasolina + elétrico. O que faz dele um carro muito econômico! A cada 50km/h rodados ele não consome uma gota de gasolina, esse consumo provém de uma bateria secundária específica para essa função. Acima de 50km/h a combustão é alternada entre a gasolina e energia. E vamos combinar que com os altos valores de combustível, essa característica do carro é um grande benefício para o consumidor! E observem essa bateria tem dez anos de garantia pela fábrica!

Outra característica bacana desse carro é ele ser ecologicamente correto. Por ser um carro elétrico, não tem emissão de poluentes, fator que super aprovamos e o mundo agradece!

Voltando a minha experiência, fomos fazer o primeiro teste drive. Achei o carro muito gostoso e macio de dirigir. Estranhei um pouco o câmbio CVT, mas isso durou alguns segundos, porque é tão mais fácil e prático que o difícil foi desacostumar a essa nova ferramenta, rsrs!

Uma das coisa que amei foi o carregador sem fio para smartphones. Existe um compartimento próprio para os nossos aparelhinhos e de quebra podemos ouvir musica usando o bluetooth, e que som!!

A mala do carro é um pouco menor que a do Corolla, mas não é uma grande diferença. Ah eles tem um compartimento completo na mala do carro para troca de pneus!

Essa definitivamente foi uma das melhores experiências com carros que já tive! Eu adorei, meus filhos também! Nos divertimos muito com o Prius! Obrigada Guebor Toyota!!

Feliz de ter tido essa oportunidade e me sinto honrada de poder passar essa experiência para vocês! Foi muuuuiiitto difícil devolver o Prius…penso nele todos os dias!..rsrs… Mas muito em breve eu também terei um Prius todinho para chamar de meu!

E para conhecer melhor o Prius, aconselho uma visita a Guebor Toyota! Marque seu test-drive! Vale muito a pena!

A Guebor tem dois endereços em Salvador:

Guebor Comercio – Rua Miguel Calmon, 755

Tel: (71)2101-6800

Guebor Pituba – Av. Otavio Mangabeira, 1311

Tel: (71) 2101-2700

Sigam o insta: @guebortoyota

Fotos: Walter Andrade/ Snap: Gabriella Negromonte

 

Share This:

O belíssimo lançamento do STYLE GUIDE

Gabriella Negromonte
Gabriella Negromonte – Crédito fotos: Walter Andrade

Dia 12 de setembro de 2016 foi lançado o nosso site, o STYLE GUIDE, num chá da tarde oferecido no Bistrot Du Vin Adega.

Foi apresentado para amigos, parceiros e futuros anunciantes o mais novo canal de comunicação do Brasil.

O Style Guide tem a curadoria de Gaby Negromonte e o objetivo de trazer conteúdo interessante e matérias inusitadas sobre moda, saúde, beleza, gastronomia, viagens, eventos e muito mais.

O site foi desenvolvido pela Accessing Comunicação de Andreiv Vasconcellos e Netto Teixeira que além de desenvolver também ajudou com as estratégias de marketing para o site. O vídeo apresentado no evento também leva a assinatura da Accessing.

O evento foi maravilhosamente decorado por Vivianne e Renata Mendonça que primorosamente deixaram o Bistrot mais rosa e florido. Aliás tudo que elas fazem fica impecavelmente maravilhoso!

O café do evento foi oferecido pela Nespresso, uma gentileza da Sost. Os maravilhosos docinhos levam a assinatura de Lica Varela do Ateliê Pão de Mel. Os bolos, foram outra sensação do evento, O Amor aos Pedaços presenteou o evento com deliciosas guloseimas como o bolo de morango. Glenda Zaine também preparou algumas das suas deliciosas especialidades como o bolo de queijo com goiabada e o cuscuz marroquinho. E outros bolos e tortas salgadas foram oferecidos por Vivianne Mendonça, são receitas de família. Os pães delícia que estavam de comer rezando, foram uma gentileza da Padaria Ribeiro.

O Bistrot ainda serviu o sensacional Ceviche Peruano, – uma das especialidades da casa, – o Carpaccio de Badejo e o Steak Tartar. Tudo estava impecável e de sabor fenomenal.

O Style Guide trouxe com exclusividade para o evento a degustação do famoso azeite toscano Resantiqva em primeira mão para o Brasil. Primeira parceria exclusiva e internacional do Style Guide.

O evento contou ainda com o apoio da Guebor Toyota que conduziu nossa anfitriã com seu novíssimo lançamento, o Prius. Aliás como a ideia do site é passar para o leitor experiências reais, Gaby passou o fim de semana inteiro experimentando o carro para poder passar para suas leitoras um feed-back real sobre o carro. Leia mais sobre essa experiência: http://gnegromonte.com/minha-experiencia-prius/

A anfitriã usou um vestido de seda floral de sua autoria e jóias de Simara Castro. Após a apresentação do vídeo sobre o Site ela agradeceu aos presentes, parceiros e ainda aos seus colaboradores: Dra. Cristiana Silveira, que assina colaboração como dermatologista na página Beleza e Saúde; Leonardo Bastos que colabora falando sobre educação física também na página de Beleza e Saúde; e Glenda Zaine que divide com os leitores na página de Viagens suas maravilhosas aventuras.

Confiram quem passou pelo evento na galeria abaixo:

Crédito fotos: Walter Andrade

Share This:

O Alquimista do Sabor – Chef Fabrício Lemos

GASTRONOMIA
MAIO 30.2016
imgPost02
Gabriella Negromonte e Chef Fabricio Lemos

 

Marcamos uma entrevista numa tarde de sexta no restaurante Amado, onde Fabricio comandava não apenas a cozinha, mas onde também revolucionou a maneira de gerir e atender de um dos restaurantes de maior renome da Bahia e do Brasil.

Mas na tarde anterior à entrevista, por coincidência, nos encontramos no aniversário de um amigo em comum. Eu meio que não resisti e comecei a entrevista ali mesmo, já que ele estava acompanhado de sua amada e futura sócia Lisiane Arouca, do seu restaurante Origem.

Era para ser uma entrevista e fui cheia de perguntas, mas ele foi respondendo uma a uma, narrando a sua saga, sem mesmo eu precisar lhe questionar.

Fabricio tem uma daquelas histórias que gostamos de lembrar quando estamos passando por dificuldades na vida. Como ele mesmo diz, “nada foi fácil, nada caiu do céu”. Tudo o que ele conseguiu foi por sua árdua e diária luta e por acreditar no seu potencial e nos seus sonhos.

Garoto de classe média, nascido no Bonfim, filho de engenheiro civil e de coordenadora de escola. Teve educação militar rígida e, foi no acaso, na loteria, literalmente, que sua vida tomaria outro rumo.

Não, ele não ganhou milhões na loteria, mas ganhou a chave da virada do seu destino. Seu irmão mais velho, que morou um período nos EUA, se inscreveu num programa para conseguir o green card e foi sorteado. Depois de um longo processo, seu pai foi aos EUA levar os documentos exigidos pelo governo americano.

Fabricio e seu outro irmão foram avisados que precisariam se apresentar nos EUA em um curtíssimo período de tempo e eles não tinham dinheiro para isso. Conseguiram que uma tia pagasse a passagem no cartão dela, mas sua mãe teria que abrir mão do seu green card pela falta de recursos financeiros. E então, numa madrugada, Fabricio e seu outro irmão tiveram que correr para os EUA para concretizar o processo, mas mal sabia ele que sua vida nunca mais seria a mesma.

Ele começava ali sua trajetória de muito sofrimento, muito trabalho – com apenas mil dólares no bolso e 17 anos de idade. Uma trajetória que resultaria numa história de sucesso.

Ele experienciou de tudo. Viveu na casa de um psicótico nicaraguense do exército logo quando chegou nos EUA, mas com a ajuda de uma amiga da Bahia conseguiu seu primeiro trabalho, onde começaria a trabalhar em uma cozinha profissional. Mas esse não seria seu primeiro contato com a cozinha: Fabricio vem de uma família de cozinheiras e a necessidade fez que ele tivesse esse primeiro contato. Sua mãe tinha que trabalhar de dia e de noite, e desde cedo ele aprendeu a se virar na cozinha, improvisando, criando e aprendendo a gostar de cozinhar.

Mas de volta ao seu primeiro trabalho, lugar onde começa sua trajetória como chefe – mas claro que como um estrangeiro recém-chegado aos EUA, que mal falava a língua, não era como chef que ele havia de começar. Ele passou dois anos recolhendo lixo e lavando pratos e, durante seu tempo livre, aprendia a função de cozinhar. Porque quem tem fome de vencer faz isso.

Certo dia, o responsável pelas massas faltou e ele assumiu o setor – foi ai que esse garoto que sonhava em seguir a carreira militar começar a trilhar o seu destino. Essa foi a sua oportunidade de mostrar que tinha talento: ele deixou de ser o cara do lixo, sempre ignorado pelos colegas, para se tornar um Chef de Cozinha.

Foram cinco anos nesse restaurante. O garoto que começou lavando pratos saiu de lá como supervisor e braço direito do dono. Ele sentia que o ciclo havia fechado após esse período e estava na hora de dar o próximo passo que seria uma formação técnica.

No Google ele achou o curso da “Le Cordon Bleu” e, nessa mesma época ele conheceu Augusto Soledade, um dançarino, coreógrafo dono da Brasil Dance Theatre. Os dois se conheceram numa sexta-feira, em um carrinho de acarajé onde os baianos se reuniam em Miami para matar as saudades de casa. Augusto apadrinhou Fabricio e se tornou quase um pai para ele, o estimulou e o guiou para conseguir sua formação.

O curso de culinária custava cinquenta mil dólares. Uma parte ele conseguiu com um empréstimo do governo e a outra parte por empréstimo pessoal. O período de estudos duraria dois anos e meio, sendo seis horas por dia. Mas ele precisava se manter e pagar a dívida, então depois da escola trabalhava em outro restaurante.

A escola era dura e rígida, mas ele conseguiu se formar com honras por suas notas e por seu trabalho exemplar. Do Cordon Bleu, ele saiu direto para o Ritz Carlton, onde ele queria trabalhar por acreditar que este oferecia um número maior de possibilidades de crescimento. Mas ele ainda não podia fazer estágio porque precisava se manter e pagar sua dívida.

Ele bateu à porta do Ritz e, como ele mesmo fala “nada foi fácil para ele e não havia de ser desta vez”. Ele queria ter começado como Chef, tinha formação para isso, mas o que eles ofereceram foi o trabalho como terceiro cozinheiro.

Ele diz que foi aí que ele se formou como Chef de verdade. Ele foi subindo a escadinha da hierarquia até chegar ao cargo de Chef. Passou por hotéis de renome, como o Ritz Carlton, Key Biscayne, Coconut Grove e Amelia Island. Em cada deles um adquiriu uma know-how diverso. Mas foi numa hamburgueria que ninguém queria trabalhar porque fazia muito calor, a cozinha era externa, não havia glamour e se trabalhava comendo carvão (a finalização do hambúrguer era no carvão), que ele começou a colocar em prática seu conhecimento com criatividade. Ele revolucionou a hamburgueria com suas criações audaciosas, como o hambúrguer de Kobe Beef com Fois Gras e geleia de uva; o hambúrguer de dourado fresco (Mahi-Mahi); o hambúrguer de siri, etc. E foi ai que ele ganhou o titulo de Chef. Ele lotava a casa com suas criações!

Sua última experiência nos EUA como Chef foi na Amelia Island, no restaurante contemporâneo Salt, um dos poucos ainda no formato “Fine Dine” do grupo Ritz. Seu irmão escreveu para o Planeta Brasil – programa da Globo Internacional que fala sobre imigrantes que fazem sucesso fora do Brasil – contando a história de Fabricio.

Fabricio sempre teve vontade de voltar para o Brasil, era aqui que ele queria fazer sucesso. O Brasil sempre esteve presente nos sabores das suas criações e ser reconhecido por seu trabalho na sua terra natal era seu grande objetivo.

Ele tentou ser Chef em alguns restaurantes em Salvador enquanto ainda estava nos EUA, mas acreditem, mesmo com toda a sua formação, eles ignoraram seu talento.

No Salt passou um ano. Foram oito anos na cadeia Ritz Carlton e treze anos nos EUA. Era hora de retornar para o Brasil. Ele vendeu tudo o que tinha e voltou para casa.

Seu primeiro trabalho em Salvador foi no “Mistura”. Ele começou refinando o menu e o sucesso veio logo em seguida, mas confessa tristemente que nunca foi reconhecido como Chef, apesar do sucesso alcançado no restaurante.

Fabricio queria reconhecimento, seu interesse nunca foi financeiro – e ele viu essa oportunidade no Restaurante Al Mare. Eles deram carta branca a Fabricio, acreditaram e apostaram no talento dele. Ele ousou e revolucionou por acreditar no produto fresco, feito na hora e na sua apresentação sofisticada, sempre levando sua marca registrada: a alquimia de sabores. O restaurante foi eleito por três vezes o melhor restaurante de Salvador pela revista “Comer & Beber”, da Veja, enquanto tinham Fabricio como seu Chef. Bateram o record de faturamento de quase um milhão por mês e a mesma revista o premiou como Chef do Ano em 2014.

Foi numa viagem com Edinho Engel (Chef e Proprietário do Amado) que surgiu o convite para Fabricio assumir o Amado. Ele pensava que encontraria uma Ferrari pela frente e, mais uma vez, se deparou com inúmeras dificuldades, precisando colocar a casa em ordem. Ele aplicou seu conhecimento e técnica de gestão, além de optar por produtos sazonais, ousando em mudar um menu que já existia há muito tempo. De 65 pratos, o restaurante passou a oferecer 30, dos quais ele mudava constantemente. Sofreu resistência, mas não abriu mão dessa mudança. A ideia é sempre surpreender os clientes. Ele passou um bom tempo organizando a casa, mas só agora, após um ano e alguns meses estruturando o restaurante, que ele haveria de colher os frutos maiores do seu trabalho, ele resolve abrir seu próprio restaurante. Atualmente Fabricio também está alçando vôo para partir numa viagem em direção ao seu sonho maior: ter seu próprio restaurante.

Nesse momento eu o questiono:

– Mas Fabricio, depois de tanto trabalho você não vai ficar para colher os frutos maiores?

Ele me responde:

– Eu nunca almejei o dinheiro, minha vinda para cá foi projetada, queria ter reconhecimento e visibilidade nacional. Ganhamos o melhor restaurante do nordeste em 2015. Ganhei o prêmio Chef Revelação do Brasil pela Revista Prazeres da Mesa, também em 2015. Ganhei o Prêmio por Alex Atala, em São Paulo. E agora que esse reconhecimento nacional aconteceu está na hora de abrir meu próprio negócio. Eu ainda acredito que o meu papel é de alavancar a gastronomia baiana formando profissionais. (Edinho sempre soube desse objetivo de Fabricio abrir seu próprio restaurante e reassumiu o Amado em junho de 2016).

E ele tem feito isso. Ele tem mudado a estrutura de vários restaurantes na Bahia através da sua consultoria e técnica em gestão de restaurantes. Ele vê isso como uma missão, será o seu legado!

E falando do seu restaurante, precisamos falar de Lisiane Arouca, sua futura sócia nessa empreitada. Fabricio conheceu Lisiane há três anos, em um curso de culinária. Ela estava recém-separada e com duas filhas. Eles ficaram amigos, mas não demorou muito para se envolverem. Lisiane, também Chef, especialista em doces, fazia parte da equipe 4 Chefs.

E foi buscando um novo ateliê para ela que eles encontram um lugar para criar não só um ateliê, mas um restaurante. Serão 50m3 de salão mais a área de serviço. O desenho da cozinha é de Fabricio, mais um de seus talentos!

“Origem”, esse é o nome do restaurante desse grande batalhador, um Chef que tenta revolucionar a culinária com produtos simples e sazonais. Origem remete à busca a suas origens, a simplicidade dos elementos. Mas não espere encontrar um escondidinho lá. Ele usará sim todos os produtos típicos da sua terra, mas de outra forma. No vídeo feito pelo Planeta Brasil, eles o chamam de alquimista culinário. E é bem por aí, ele cria pratos sofisticados, principalmente inusitados, com elementos simples.

Além de ser um grande Chef, ele é, antes de tudo, um grande homem, um grande guerreiro. Seu restaurante terá papel importante no treinamento e aperfeiçoamento de profissionais do ramo. Sorte daquele que puder absorver um pouco do seu conhecimento. E que sua técnica se dissemine e que venha assim uma nova era nos restaurantes baianos. Recordem-se do que estou falando, um dia teremos Fabricio como um dos revolucionários da cozinha baiana e brasileira. E que assim seja!

Que o Origem nos enfeitice com seus sabores e que tragam ainda mais prosperidade para esses dois grandes Chefs, porque ele são merecedores!

Eu prevejo sucesso!

  • Fabricio e Lisiane abriram o Restaurante Origem no dia 28 de julho de 2016 com sucesso e lista de reservas esgotadas por semanas!
  • Vale a pena conferir essa aventura gastronômica!!

Foto: Gabriella Negromonte

Share This:

Free Spirit by Lela Canela

LIFE STYLE
FEVEREIRO 14.2016

O primeiro editorial aqui no site tinha que ser com minha marca xodó – a Lela Canela. Todo mundo sabe que sou estilista e tenho duas marcas, a Gabriella Negromonte (minha marca homônima, linha prime de alfaiataria e festa) e a Lela Canela, que desenvolvo com minha sócia e irmã Daniella Negromonte. As marcas já estão há sete anos no mercado brasileiro, construídas com muito trabalho, empenho e principalmente muito amor. E são conhecidas pela modelagem impecável e pela utilização de matérias-primas de alta qualidade.

Essa nova coleção da Lela Canela tem um marco importante na história da nossa marca. Ela representa uma transformação que vai além da mudança da logo e da apresentação da marca: resolvemos fortificar o estilo de vida proposto pela marca e entrar no mundo virtual de vendas. Fechar nossa loja física foi uma decisão difícil, mas acreditamos e apostamos no crescimento dos E-commerces como chave do futuro da indústria da moda mundial.

 

IMG_8228Essa coleção foi inspirada no clip musical “Seven days in sunny june” da banda Jamiroquai, que retrata um grupo de amigos de espírito livre que passam sete dias juntos no verão se divertindo e sendo felizes. As estampas retratam essa viagem de cores, do floral ao grafismo psicodélico, com a intenção de passar a alegria de viver através das roupas. As estampas são exclusivas da Lela Canela e foram desenvolvidas em estúdios na Austrália e Reino Unido.

O Life Style proposto pela marca é de uma garota feliz por nenhum motivo, livre, que adora viajar e estar com os amigos. Uma garota que nunca perde o estilo, em qualquer uma dessas ocasiões. Nada melhor que nomear a primeira coleção “Free Spirit”!!!

 

IMG_8163

O editorial, que começou com uma brincadeira entre duas amigas (eu e Ju Manzato), resultou num trabalho super bacana e que demonstra (nas fotos) o estilo de vida da mulher Lela Canela.

 

 

 

 

IMG_8245Nós não somos modelos, somos duas garotas reais e felizes por nada! Ju Manzato é poeta e escreve no site cotidianodela.com.br. Eu sou mãe, estilista e empresária.

O resultado deste editorial na íntegra está aqui para vocês conferirem ao final desta página e também na nossa página de eventos !!

 

 

 

IMG_8303IMG_8238

IMG_8268IMG_8292

Esperamos que se apaixonem pelo estilo da Lela Canela como somos apaixonadas pelo o que fazemos!

Beijo!

 

IMG_8264IMG_7721

 

 

 

 

 

 

 

Crédito Fotos: Gabriella Negromonte e Juliana Manzato

* Todas as peças estão disponíveis a venda no e-Commerce da Lela: www.lelacanela.com.br

 

Agradecimento Especial:

Pousada da Espera – Itacimirim – Bahia

 

 

 

Share This: