Road Trip Girls – Explorando o Litoral Baiano com a Toyota

VIAGENS
Março 14.2016

 

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_3323

Toyota Hilux SW4 – Foto: Acervo Style Guide

E numa conversa informal, Rafa Cunha Guedes (proprietário da Guebor Toyota) sugeriu que fizéssemos uma Road Trip pelo litoral baiano. E de repente tive a ideia de chamar minha amiga paulista Juliana Manzato e juntas bolamos um projeto!
E o projeto virou realidade! Uebaaa!!

us

Gaby e Juju na Hilux SW4 – Foto: Acervo Style Guide

 

Quem imaginaria duas garotas num carrão (Hilux SW4) explorando o litoral baiano sozinhas?! Nós e a Guebor Toyota!

E foi uma daquelas experiências incríveis e inesquecíveis das nossas vidas!!

E conto um pouco pra vocês desses dias na estrada, dando dicas quentíssimas para quem pretende se inspirar em nós para fazer uma Road Trip pela Estrada do Coco, ou até mesmo pra quem conhecer um local de cada vez!

Nossa viagem começou no dia 02 de março e nosso ponto de partida foi a Concessionária Guebor Toyota na Pituba em Salvador com direção a Itacimirim, que seria nosso ponto de hospedagem.

 

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_35a4

Gaby dirigindo a Toyota Hilux SW4 – Foto: Acervo Style Guide

 

Pé na estrada, tudo o que a gente queria era começar essa aventura!

 

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_3420

Estrada do Coco – Foto: Acervo Style Guide

 

MIRANTE DE IMBASSAÍ

 

A nossa primeira parada do Road Trip foi o Mirante de Imbassaí, porque somos dessas, não podemos ver uma vista linda ou um lugar a ser explorado e não vivenciar! O que vale da vida é a vida que a gente leva! #ficaadica.

BAIXIO

 

Nosso primeiro destino era a praia de Baixio, município de Esplanada- Ba, que fica a 175 km de Salvador, o que dá uma média de 2hrs e 15 min a depender do tráfego na saída de Salvador. De Itacimirim levamos 1 hora, mas fizemos duas paradas para explorar lugares novos!

O nosso objetivo era conhecer as famosas lagoas de águas cristalinas de Baixio, mas as lagoas estão em propriedade privada e tem apenas 2 passeios por dia. Um muito cedo (foi esse que perdemos) e outro as 13:30. Esse último horário nos faria perder o dia todo esperando ali e haviam muitos lugares que queríamos conhecer. Então exploramos outros pontos da cidade como a praia principal e o centro da cidade.

Igrejinha de São Francisco de Assis

Igrejinha de São Francisco de Assis – Foto: Acervo Style Guide

 

No centro da cidade achamos uma igrejinha linda! Impressionante que toda igrejinha fofa e simples que me apaixono acontece de ser de São Francisco de Assis.

Praia Principal de Baixio

 Praia Principal de Baixio – Foto: Acervo Style Guide

A praia principal é linda e bem deserta. O salva-vidas não estava ali à toa. O mar é aberto e perigoso na praia principal de Baixio. Para uma sexta-feira de verão o local estava bem deserto, talvez porque não tenha muita infra-estrutura turística e as pousadinhas sejam super simples.

Ali mesmo na praia central tem um local para marcamos os passeios as lagoas. Nós, inclusive, tínhamos tentado contato sem sucesso para saber dos passeios. E o motivo é simples, eles não tem telefone! Oops grande falha deles, vamos combinar?!

Então nossa dica pra quem quer conhecer as lagoas é chegar bem cedo em Baixio, o primeiro passeio sai as 8hrs e retorna as 12hrs. Outra dica é se hospedar em uma praia próxima com mais infra-estrutura como Itacimirim, Imbassaí ou Praia do Forte. Mas se você é roots, vai adorar ficar por Baixio mesmo.

Ah outra coisa, segundo os moradores, a Lagoa Azul, que é a lagoa mais famosa está bem depredada. Noticia triste, não é?! A lagoa mais bonita no momento em Baixio é a Lagoa Verde! Fica a dica para quem quer visitar o local! A gente vai voltar para conhecer!

PRAIA DE SANTO ANTÔNIO

 

 

Uma das maiores surpresas da nossa aventura foi a praia de Santo Antônio.

A praia de Santo Antônio fica a 97,5 Km de Salvador, mais ou menos 1hr e meia de lá. Município de Mata de São João essa praia é ainda pouco explorada.

Quando o mar está seco, formam piscininhas naturais! Um encanto!

Praia de Santo Antônio – Foto: Acervo Style Guide

 

Um verdadeiro paraíso escondido! Suas praias tem águas cristalinas e tem uma larga e extensa rua de areia branca.

Existem algumas poucas barracas de praia bem rústicas e charmosas que te dão estrutura para passar o dia por lá!

Bem-vindos a Praia de Santo Antônio!!!

Bem-vindos a Praia de Santo Antônio!!! – Foto: Acervo Style Guide

 

Quando a praia está com a maré baixa, formam piscinas naturais nos bancos de areias.

Assim como Baixio, sugerimos que se hospedem em uma praia próxima com mais infra-estrutura como Itacimirim, Imbassaí ou Praia do Forte. Mas se você é roots, vale acampar pela praia.

Ah, e cuidado onde vai estacionar para não atolar o carro. E se estiver chovendo e seu carro não for 4X4 não pegue a estrada para essa praia, pois é bem possível que seu carro atole!

RESTAURANTE SOMBRA DA MANGUEIRA

 

 

Paramos no famoso restaurante de Diogo, “Sombra da Mangueira” para almoçarmos. O lugar é uma delícia! O restô fica em Diogo. Não tivemos tempo de ir na praia que soube que é linda, mas fomos no restaurante.

Mesinhas de madeira do lado de fora, literalmente a sombra da mangueira, dão um charme rústico ao local.

Juju Manzato e eu Gaby

Juju Manzato e eu – Foto: Acervo Style Guide

A especialidade da casa são as moquecas e ensopados. Nós que queríamos algo mais leve, fomos de casquinha de siri de entrada e lagosta grelhada de prato principal! Estava tudo uma delicia e o restô tem bom preço! Vale muito a pena!

PRAIA DO FORTE

 

 

No fim da tarde passamos em minha casa em Itacimirim e mesmo tendo tido um dia longo, pegamos as crianças e minha mãe para comer uma pizza na Praia do Forte. Estávamos exaustas, mas havia prometido as crianças levá-las para PF e promessa é divida! Vida de mãe não é mole não! Rsrs…

Quem vai pra Praia do Forte tem que andar de Tuc Tuc Bike!!

Quem vai pra Praia do Forte tem que andar de Tuc Tuc Bike!! – Foto: Acervo Style Guide

 

Praia do Forte é a praia com maior infra-estrutura da região. Tem um resort fantástico, o “Tivoli” e inúmeras pousadas lindas e confortáveis. E não podemos esquecer do maravilhoso projeto Tamar de proteção a vida marinha, principalmente as tartarugas marinhas.

Praia do forte ainda  oferece variadas opções de restaurantes e bares.

Pôr do Sol na Praia do Forte com Rapha e Lily

Pôr do Sol na Praia do Forte com Rapha e Lily – Foto: Acervo Style Guide

Levamos as crianças para ver o pôr do sol na praça da Igrejinha e depois fomos comer uma pizza na “7 Pizzas”, umas de nossas pizzarias favoritas! Sugiro pedir a portuguesa que é especial da casa! Se está pensando em se divertir, o melhor lugar é o “Bar Souza”, que rola música ao vivo a noite e ainda tem o melhor bolinho de peixe da vida! Não se esqueçam de visitar as lojinhas de artesanato local que são um charme!

Tem muita coisa pra ver e fazer na Praia do Forte. Prometo em breve dedicar um post só para essa praia, ok?!

ITACIMIRIM

 

 

Novo dia da Road Trip e dessa vez resolvemos curtir Itacimirim com as crianças.

Fomos para a Praia dos Surfistas, que tem várias piscininhas naturais além do melhor banho de mar de Itacimirim. As crianças adoram essa praia, que é ótima para ir com a família.

Piscinas naturais

Piscinas naturais de Itacimirim – Foto: Acervo Style Guide

Ficamos numa barraquinha com sombreiro e passamos algumas horas brincando de castelo de areia e nas piscinas naturais com as crianças.

Como mãe coruja, tento incluir meus filhos em quase todas as minhas programações. A praia é um dos lugares que eles mais gostam de ir. E gostam de tudo: do mar, de acarajé, de água de coco, lambreta, etc. São baianos natos!

Baiano que é baiano ama acarajé desde pequeno

Baiano que é baiano ama acarajé desde pequeno – Foto: Acervo Style Guide

 

Tiramos esse dia para aproveitar a família e os amigos que chegaram em Itacimirim. Comemos muito acarajé, tomamos Aperol Spritz feito for mim (tem receita no nosso livro de receitas é só clicar em Aperol), curtimos a piscina e o maravilhoso pôr do sol na praia de frente a minha casa. Tá tudo na galeria ai acima! Check it out!

POUSADA DA ESPERA – ITACIMIRIM

 

 

Mais um dia de Road Trip e nosso ponto de partida foi a Pousada da Espera, um dos locais mais lindos e charmosos de Itacimirim.

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_381a

Visu da Pousada da Espera – – Foto: Acervo Style Guide

A praia da espera é uma das mais deliciosas da região. Se estiver pensando em ficar em Itacimirim, sugerimos ficar nessa pousada. Além de ser um oásis colorido, tem um serviço muito cordial!

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_381f

Pousada da Espera – Gaby veste Lela Canela – Foto: Acervo Style Guide

 

Vale a pena até passar o dia, o restaurante é uma delicia! A gente adora e está na nossa lista de Must-Go no Litoral Norte da Bahia!

IMBASSAÍ 

 

Seguimos para a praia de Imbassaí, fiquei impressionada de como a vila cresceu! Está cheia de restôs e lojinhas. Uma graça!

Nossa sugestão de restôs vai para dois clássicos, o Jerimum e Nega Fulô. O Nega Fulô é um dos melhores italianos da região, a pizza e massa são maravilhosas!

Rio e Mar

Rio e Mar de Imbassaí – Foto: Acervo Style Guide

 

Ficamos na praia de frente ao Resort Hotel Costa dos Coqueiros. A praia é uma delícia. Tivemos o privilegio de ter o rio e mar no mesmo lugar, banho de água doce e água salgada simultaneamente.

Não chegamos a conhecer os quartos do Resort, mas gostamos bastante da estrutura de lá. Nossa experiência limitou-se a passar o dia no restaurante que tem uma vista privilegiada e ótimo serviço (isso testamos)! Mesmo assim acredito seja uma boa pedida de hospedagem em Imbassaí.

VILANGELIM ECO-RESORT

 

 

Na saída encontramos um paraíso escondido e fomos explorar. Vilangelim é um paraíso ecológico no meio de Imbassaí.

O proprietário fez questão de nos mostrar o Resort (acho que parece mais uma pousada charmosa que um resort). E ficamos super encantadas!

Um drink para refrescar!

Um drink ao Vilangelim – Foto: Acervo Style Guide

O local é cercado de verde e tem uma decoração rústica e peculiar. A área da piscina é um encanto! Então se estiver pensando em ficar em Imbassaí essa Pousada Eco-Charmosa é uma opção diferenciada! Vilangelim você nos fascinou!

SOBRE A TOYOTA HILUX SW4…

 

E no geral o que achei do Carrão da Toyota?!

Minha família já teve Hilux SW4, mas não era minha diretamente. Usava esporadicamente e principalmente para viagens (mas não a dirigia na estrada!). Ao Passar 5 dias com esse carro cheguei as seguintes conclusões: A Hilux SW4 é um carro muito macio de dirigir e bem possante. Tem bastante espaço interno, o que o qualifica como um carro perfeito para quem tem família como eu. Adorei o compartimento refrigerado no painel! E com certeza é carro ideal para pegar a estrada! Uma das coisas que mais gostei é que agora os carros da Toyota estão vindo com o dispositivo Eco Mode, que sim dá uma desacelerada no motor, mas não polui o meio ambiente. Vale lembrar que viajamos usando o Eco Mode, só para constar! Isso é uma coisa importante para mim e deveria ser para você também!

Outra coisa muito legal é que no carro cabem 7 pessoas, na mala tem 2 cadeiras ativadas pelo sistema onde touch que rebate facilmente o banco do carro. Ah e a mala do carro é gigante! Cabe tudo e mais um pouco!

A tecnologia japonesa do carro Toyota é de ponta, os carros não quebram e tem ótimo valor de revenda no mercado. Como sei disso?! Minha família usa os carros da Toyota há alguns séculos. Eu acabo de trocar meu Corolla. E para uma mulher que entende pouco cobre carros, mas sabe o que é bom, vai uma dica, a revisão do carro tem bom preço!

Resumindo: os carros Toyota são um investimento válido! E se você tem família grande e/ ou vive na estrada, a Hilux SW4 é o carro pra você!

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_354a

Road Trip Girls (Gaby + Juju) – Foto: Acervo Style Guide

 

E sobre essa experiência na estrada…

Como disse quando comecei esse post, foi uma experiência inesquecível! Foram 5 dias incríveis e intensos! Conheci lugares novos, me apaixonei ainda mais pela minha Bahia e percebi que tenho tanto ainda o que ver!

Mas acho que a próxima viagem não quero fazer em menos de 10 dias. Quero ter tempo para explorar cada canto que me dê vontade.

Viajar definitivamente te deixa mais rico de vida!

Mal posso esperar pela próxima aventura!!

E não deixem de conferir a matéria: “Menos é mais! Um guia de clássicos para seu guarda-roupa de verão! (Inspirado na nossa Road Trip)” o post sobre o que usar e levar numa viagem como essa. Ah e essa dica ainda vai servir super bem pra te ajudar a montar sua bagagem de verão!! Um guia de essenciais de verão para você e um mini guia para as crianças!

Beijin

 

Share This:

OS MELHORES HAMBÚRGUERES DE SALVADOR

GASTRONOMIA

Os Melhores da Gastronomia de Salvador

Setembro 30.2016

 

Essa é a primeira da série: Os Melhores da Gastronomia de Salvador!

Estamos rodando a cidade, provando novos sabores, testando serviços e vamos passar tuuuudoo para vocês por aqui! Fiquem ligados!!

E saímos pela cidade pesquisando e testamos as sugestões de amigos e conhecidos. E sim provamos todos para passar para vocês os melhores Hambúrgueres da cidade.

E seguem as nossas escolhas como os 5 melhores hambúrgueres de Salvador:

 

truckbp
Foodtruck – Black Pepper

 

BLACK PEPPER BURGER – Esse foodtrunk vende um dos mais saborosos hambúrgueres da cidade. Ele não tem um ponto fixo de venda, mas ele é tão bom que saímos atrás para provar não apenas um, mas todos que conseguimos.

 

blackpepper1
Black Cheddar

 

Nossas sugestões são: o Black Cheddar e o Black Supremo. Esse último tem um ketchup de goiabada de comer rezando. Peça sempre acompanhados da Black Fries. A carne é fresca e suculenta. No insta do Foodtruck você consegue saber o itinerário da semana. O valor do Burger + fritas fica em média R$35,00. Vale muuuiittooo a pena cada centavo! @blackpepperburger

 

bravologo1

 

BRAVO BURGER – O Bravo Burger fica na praça Ana Lucia Magalhaes no Itaigara, lugar petit, mas agradável. As mesinhas de fora são o charme do local. Ótimo lugar para tomar uma cerveja com amigos num fim de tarde. Os pedidos são feitos no balcão, eles não atendem nas mesas. A carne do Bravo é o ponto forte com certeza, mas as cervejas artesanais são o complemento certeiro para complementar sua refeição.

 

bravoburger3

 

Nossas sugestões são: Bravo; Fale Sério e The BodeFather. Os valores dos combos: Burger + Fritas+ Cerva ficam em média R$39,00. Rua das Hortênsias 478 loja 01, tel: 71-3022-6264

Horário de funcionamento: Segunda a Quarta e Domingo 18:00-23:00/ Quinta 18:00- 23:30/ Sexta e Sábado 18:00-24:00.

Não tem estacionamento próprio, é preciso parar no estacionamento da praça. Não tem delivery.

@eusoubravo

www.bravoburgerbeer.com.br

 

muuletreiro

 

MUU – Hambúrguer de Verdade – O Muu fica na Paulo VI na Pituba, num local bem pequeninho, mas muito fofo. Do lado de fora tem uma varandinha com algumas mesas que lembra muito essa coisa de restô de bairro. Uma coisa que a gente percebe é que tudo é feito com muito carinho, do serviço ao take away. Pedidos são feitos no balcão.

 

lanchemuu

 

Nossas sugestões são: Muu Burger e o Vegetariano. O legal do Muu é que você escolhe o tamanho do Burger e os acompanhamentos. O muuzinho é perfeito para crianças. Ah eles tem deliciosos Milk Shakes! Nosso favorito é o de Oreo. O Combo Burger+Fritas+Milk Shake fica em torno de R$44,00.

Av. Paulo VI, 1609

Horário de funcionamento: Terça, Quarta, Quinta e Domingo 17:30-22:30/ Sexta e Sábado 17:30-24:00.

Tem um pequeno estacionamento na frente da Hamburgueria.

Não tem delivery.

@muu_hamburgueria

 

madero

 

RESTAURANTE MADERO – O Madero fica no Shopping Barra no quarto piso ou G1. Tem um amplo espaço interno e um menu que vai muito além de hambúrgueres. Logo quando abriu, o Madero fez um grande sucesso não apenas pelos hambúrgueres maravilhosos, mas também pelo atendimento. Entretanto as últimas vezes que estive lá o serviço decepcionou muito. Talvez porque o gerente que assumiu um cargo maior na empresa não se encontra mais lá e a presença dele fazia uma grande diferença.

As recepcionistas não foram muito amigáveis e o serviço muito falho.  Espero que a direção do restaurante consiga consertar essas falhas no serviço porque o hambúrguer é de fato estupendo. Carne e pão muito frescos além de várias outras opções apetitosas no cardápio. Nossas sugestões são: Cheese Bacon Madero e Cheeseburger Vegetariano. Aliás o vegetariano é o melhor de Salvador! O valor médio do Burger+Fritas é de R$41,00

Estacionamento do Shopping.

Shopping Barra G1 – Av. Centenário 2992. Tel: 71-3043-2736.

Horário de funcionamento:

Seg a Qui: 12:00-15:00 / 18:00-22:30

Sex: 12:00 -15:00 / 18:00-23:30

Sab: 12:00-00:00

Dom e feriado: 12:00-22:00

@maderobrasil

www.restaurantemadero.com.br

 

outbackbarra
Madero – Shopping Barra

 

OUTBACK – O Outback tem duas localizações na cidade, no Shopping da Bahia e no Shopping Barra. Os restaurantes vivem cheios! A razão com certeza é a boa comida e bom preço. O Chopp servido estupidamente gelado pode ser também uma das razões do restaurante ser bem cotado para Happy Hours. O Outback é sempre uma boa opção! Os burgers são gostosos, não tanto quanto nossas primeiras opções, mas nós também adoramos.

 

outbackshopbahia
Decôr interna do Outback

 

Nossas sugestões são: Ned Kelly Cheddar Burger e Chicken and Bacon Sandwich. O valor médio dos burgers+ fritas é de R$39,90.

Nao trabalham com reservas.

Estacionamento do Shopping.

Shopping Barra G1 – Av. Centenário 2992. Tel: 3037-0138/ 3037-0038

Billabong Hour: Seg a Sex(exceto feriado): 17:00-20:00

Horário de funcionamento:

Seg a Qui: 12:00-15:00 / 17:00-22:30

Sex: 12:00 -15:00 / 18:00-23:30

Sab: 12:00-00:00

Dom e feriado: 12:00-22:00

Shopping da Bahia

Av. Trancredo Neves 148 – Caminho das Árvores Loja 05 A – Piso 3 – Quadra 25

Tel: 71- 3450-1280/ 3450-1281

Billabong Hour: Seg a Sex(exceto feriado): 17:00-20:00

Horário de funcionamento:

Seg a Qui: 12:00-15:00 / 17:00-22:30

Sex: 12:00 -15:00 / 18:00-23:30

Sab: 12:00-00:00

Dom e feriado: 12:00-22:00

@outbackbrasil

www.outback.com.br

 

Fotos Divulgação (instagram e sites oficiais): Black Pepper; Bravo; Muu; Madero e Outback.

Share This:

Minha experiência Prius

Life Style
Setembro 20.2016
priusegaby
Foto: Walter Andrade

No fim de semana que antecedeu o lançamento do nosso site Style Guide, fui convidada pela Guebor Toyota para experimentar o seu novíssimo lançamento, o Prius. Adorei passar um fim de semana inteiro com o Prius e achei a ideia da experiência genial, já que o conceito do site é passar aos leitores apenas experiências reais.

guebor

Antes de mais nada sou cliente da Guebor e fã da Toyota há mais de um século. Isso deve-se principalmente a tecnologia japonesa dos carros Toyota, que não me dão dor de cabeça. Não sou uma grande entendedora de carros como a maioria das mulheres, então o que sei, por experiência própria, é que essas máquinas quase nunca quebram. Os meus carros Toyota nunca quebraram e a revisão tem ótimo preço! Tudo o que um motorista espera de um carro, concordam comigo?!

Então desde a primeira vez que tive um Corolla, não passava pela minha cabeça, trocar meu carro por outra marca de carros. Trocava e troco de olhos fechados por um modelo novo da mesma linha Corolla…

Até que fui apresentada ao novo Prius e preciso admitir que esse carro não sai da minha cabeça e se tornou meu mais novo objeto de desejo. E depois que vocês lerem esse relato, possivelmente vão entender o porquê.

Fui recebida na Guebor com muito carinho pelo gerente Robson, aliás a gentileza e cordialidade são características do atendimento Guebor Toyota. Depois de passar pelo procedimento padrão para a retirada de um carro para teste fui direcionada ao veículo pelo vendedor Jair, que me instruiu sobre o funcionamento do carro.

espacointernoDentre tantas novas e fantásticas características do carro, algumas me chamaram muita atenção. O design arrojado do carro, interna e externamente. O painel moderno e de fácil compreensão. O espaço interno, principalmente das cadeiras do carona que tem um espaço maior e são mais profundas. E vêem ainda com suportes específicos para inserção das cadeirinhas de segurança para crianças, o que para uma mãe como eu, faz toda a diferença.

Um dos grandes benefícios do carro é a tecnologia híbrida, isto é, a combinação de dois motores: gasolina + elétrico. O que faz dele um carro muito econômico! A cada 50km/h rodados ele não consome uma gota de gasolina, esse consumo provém de uma bateria secundária específica para essa função. Acima de 50km/h a combustão é alternada entre a gasolina e energia. E vamos combinar que com os altos valores de combustível, essa característica do carro é um grande benefício para o consumidor! E observem essa bateria tem dez anos de garantia pela fábrica!

Outra característica bacana desse carro é ele ser ecologicamente correto. Por ser um carro elétrico, não tem emissão de poluentes, fator que super aprovamos e o mundo agradece!

Voltando a minha experiência, fomos fazer o primeiro teste drive. Achei o carro muito gostoso e macio de dirigir. Estranhei um pouco o câmbio CVT, mas isso durou alguns segundos, porque é tão mais fácil e prático que o difícil foi desacostumar a essa nova ferramenta, rsrs!

Uma das coisa que amei foi o carregador sem fio para smartphones. Existe um compartimento próprio para os nossos aparelhinhos e de quebra podemos ouvir musica usando o bluetooth, e que som!!

A mala do carro é um pouco menor que a do Corolla, mas não é uma grande diferença. Ah eles tem um compartimento completo na mala do carro para troca de pneus!

Essa definitivamente foi uma das melhores experiências com carros que já tive! Eu adorei, meus filhos também! Nos divertimos muito com o Prius! Obrigada Guebor Toyota!!

Feliz de ter tido essa oportunidade e me sinto honrada de poder passar essa experiência para vocês! Foi muuuuiiitto difícil devolver o Prius…penso nele todos os dias!..rsrs… Mas muito em breve eu também terei um Prius todinho para chamar de meu!

E para conhecer melhor o Prius, aconselho uma visita a Guebor Toyota! Marque seu test-drive! Vale muito a pena!

A Guebor tem dois endereços em Salvador:

Guebor Comercio – Rua Miguel Calmon, 755

Tel: (71)2101-6800

Guebor Pituba – Av. Otavio Mangabeira, 1311

Tel: (71) 2101-2700

Sigam o insta: @guebortoyota

Fotos: Walter Andrade/ Snap: Gabriella Negromonte

 

Share This:

O belíssimo lançamento do STYLE GUIDE

Gabriella Negromonte
Gabriella Negromonte – Crédito fotos: Walter Andrade

Dia 12 de setembro de 2016 foi lançado o nosso site, o STYLE GUIDE, num chá da tarde oferecido no Bistrot Du Vin Adega.

Foi apresentado para amigos, parceiros e futuros anunciantes o mais novo canal de comunicação do Brasil.

O Style Guide tem a curadoria de Gaby Negromonte e o objetivo de trazer conteúdo interessante e matérias inusitadas sobre moda, saúde, beleza, gastronomia, viagens, eventos e muito mais.

O site foi desenvolvido pela Accessing Comunicação de Andreiv Vasconcellos e Netto Teixeira que além de desenvolver também ajudou com as estratégias de marketing para o site. O vídeo apresentado no evento também leva a assinatura da Accessing.

O evento foi maravilhosamente decorado por Vivianne e Renata Mendonça que primorosamente deixaram o Bistrot mais rosa e florido. Aliás tudo que elas fazem fica impecavelmente maravilhoso!

O café do evento foi oferecido pela Nespresso, uma gentileza da Sost. Os maravilhosos docinhos levam a assinatura de Lica Varela do Ateliê Pão de Mel. Os bolos, foram outra sensação do evento, O Amor aos Pedaços presenteou o evento com deliciosas guloseimas como o bolo de morango. Glenda Zaine também preparou algumas das suas deliciosas especialidades como o bolo de queijo com goiabada e o cuscuz marroquinho. E outros bolos e tortas salgadas foram oferecidos por Vivianne Mendonça, são receitas de família. Os pães delícia que estavam de comer rezando, foram uma gentileza da Padaria Ribeiro.

O Bistrot ainda serviu o sensacional Ceviche Peruano, – uma das especialidades da casa, – o Carpaccio de Badejo e o Steak Tartar. Tudo estava impecável e de sabor fenomenal.

O Style Guide trouxe com exclusividade para o evento a degustação do famoso azeite toscano Resantiqva em primeira mão para o Brasil. Primeira parceria exclusiva e internacional do Style Guide.

O evento contou ainda com o apoio da Guebor Toyota que conduziu nossa anfitriã com seu novíssimo lançamento, o Prius. Aliás como a ideia do site é passar para o leitor experiências reais, Gaby passou o fim de semana inteiro experimentando o carro para poder passar para suas leitoras um feed-back real sobre o carro. Leia mais sobre essa experiência: http://gnegromonte.com/minha-experiencia-prius/

A anfitriã usou um vestido de seda floral de sua autoria e jóias de Simara Castro. Após a apresentação do vídeo sobre o Site ela agradeceu aos presentes, parceiros e ainda aos seus colaboradores: Dra. Cristiana Silveira, que assina colaboração como dermatologista na página Beleza e Saúde; Leonardo Bastos que colabora falando sobre educação física também na página de Beleza e Saúde; e Glenda Zaine que divide com os leitores na página de Viagens suas maravilhosas aventuras.

Confiram quem passou pelo evento na galeria abaixo:

Crédito fotos: Walter Andrade

Share This:

O Alquimista do Sabor – Chef Fabrício Lemos

GASTRONOMIA
MAIO 30.2016
imgPost02
Gabriella Negromonte e Chef Fabricio Lemos

 

Marcamos uma entrevista numa tarde de sexta no restaurante Amado, onde Fabricio comandava não apenas a cozinha, mas onde também revolucionou a maneira de gerir e atender de um dos restaurantes de maior renome da Bahia e do Brasil.

Mas na tarde anterior à entrevista, por coincidência, nos encontramos no aniversário de um amigo em comum. Eu meio que não resisti e comecei a entrevista ali mesmo, já que ele estava acompanhado de sua amada e futura sócia Lisiane Arouca, do seu restaurante Origem.

Era para ser uma entrevista e fui cheia de perguntas, mas ele foi respondendo uma a uma, narrando a sua saga, sem mesmo eu precisar lhe questionar.

Fabricio tem uma daquelas histórias que gostamos de lembrar quando estamos passando por dificuldades na vida. Como ele mesmo diz, “nada foi fácil, nada caiu do céu”. Tudo o que ele conseguiu foi por sua árdua e diária luta e por acreditar no seu potencial e nos seus sonhos.

Garoto de classe média, nascido no Bonfim, filho de engenheiro civil e de coordenadora de escola. Teve educação militar rígida e, foi no acaso, na loteria, literalmente, que sua vida tomaria outro rumo.

Não, ele não ganhou milhões na loteria, mas ganhou a chave da virada do seu destino. Seu irmão mais velho, que morou um período nos EUA, se inscreveu num programa para conseguir o green card e foi sorteado. Depois de um longo processo, seu pai foi aos EUA levar os documentos exigidos pelo governo americano.

Fabricio e seu outro irmão foram avisados que precisariam se apresentar nos EUA em um curtíssimo período de tempo e eles não tinham dinheiro para isso. Conseguiram que uma tia pagasse a passagem no cartão dela, mas sua mãe teria que abrir mão do seu green card pela falta de recursos financeiros. E então, numa madrugada, Fabricio e seu outro irmão tiveram que correr para os EUA para concretizar o processo, mas mal sabia ele que sua vida nunca mais seria a mesma.

Ele começava ali sua trajetória de muito sofrimento, muito trabalho – com apenas mil dólares no bolso e 17 anos de idade. Uma trajetória que resultaria numa história de sucesso.

Ele experienciou de tudo. Viveu na casa de um psicótico nicaraguense do exército logo quando chegou nos EUA, mas com a ajuda de uma amiga da Bahia conseguiu seu primeiro trabalho, onde começaria a trabalhar em uma cozinha profissional. Mas esse não seria seu primeiro contato com a cozinha: Fabricio vem de uma família de cozinheiras e a necessidade fez que ele tivesse esse primeiro contato. Sua mãe tinha que trabalhar de dia e de noite, e desde cedo ele aprendeu a se virar na cozinha, improvisando, criando e aprendendo a gostar de cozinhar.

Mas de volta ao seu primeiro trabalho, lugar onde começa sua trajetória como chefe – mas claro que como um estrangeiro recém-chegado aos EUA, que mal falava a língua, não era como chef que ele havia de começar. Ele passou dois anos recolhendo lixo e lavando pratos e, durante seu tempo livre, aprendia a função de cozinhar. Porque quem tem fome de vencer faz isso.

Certo dia, o responsável pelas massas faltou e ele assumiu o setor – foi ai que esse garoto que sonhava em seguir a carreira militar começar a trilhar o seu destino. Essa foi a sua oportunidade de mostrar que tinha talento: ele deixou de ser o cara do lixo, sempre ignorado pelos colegas, para se tornar um Chef de Cozinha.

Foram cinco anos nesse restaurante. O garoto que começou lavando pratos saiu de lá como supervisor e braço direito do dono. Ele sentia que o ciclo havia fechado após esse período e estava na hora de dar o próximo passo que seria uma formação técnica.

No Google ele achou o curso da “Le Cordon Bleu” e, nessa mesma época ele conheceu Augusto Soledade, um dançarino, coreógrafo dono da Brasil Dance Theatre. Os dois se conheceram numa sexta-feira, em um carrinho de acarajé onde os baianos se reuniam em Miami para matar as saudades de casa. Augusto apadrinhou Fabricio e se tornou quase um pai para ele, o estimulou e o guiou para conseguir sua formação.

O curso de culinária custava cinquenta mil dólares. Uma parte ele conseguiu com um empréstimo do governo e a outra parte por empréstimo pessoal. O período de estudos duraria dois anos e meio, sendo seis horas por dia. Mas ele precisava se manter e pagar a dívida, então depois da escola trabalhava em outro restaurante.

A escola era dura e rígida, mas ele conseguiu se formar com honras por suas notas e por seu trabalho exemplar. Do Cordon Bleu, ele saiu direto para o Ritz Carlton, onde ele queria trabalhar por acreditar que este oferecia um número maior de possibilidades de crescimento. Mas ele ainda não podia fazer estágio porque precisava se manter e pagar sua dívida.

Ele bateu à porta do Ritz e, como ele mesmo fala “nada foi fácil para ele e não havia de ser desta vez”. Ele queria ter começado como Chef, tinha formação para isso, mas o que eles ofereceram foi o trabalho como terceiro cozinheiro.

Ele diz que foi aí que ele se formou como Chef de verdade. Ele foi subindo a escadinha da hierarquia até chegar ao cargo de Chef. Passou por hotéis de renome, como o Ritz Carlton, Key Biscayne, Coconut Grove e Amelia Island. Em cada deles um adquiriu uma know-how diverso. Mas foi numa hamburgueria que ninguém queria trabalhar porque fazia muito calor, a cozinha era externa, não havia glamour e se trabalhava comendo carvão (a finalização do hambúrguer era no carvão), que ele começou a colocar em prática seu conhecimento com criatividade. Ele revolucionou a hamburgueria com suas criações audaciosas, como o hambúrguer de Kobe Beef com Fois Gras e geleia de uva; o hambúrguer de dourado fresco (Mahi-Mahi); o hambúrguer de siri, etc. E foi ai que ele ganhou o titulo de Chef. Ele lotava a casa com suas criações!

Sua última experiência nos EUA como Chef foi na Amelia Island, no restaurante contemporâneo Salt, um dos poucos ainda no formato “Fine Dine” do grupo Ritz. Seu irmão escreveu para o Planeta Brasil – programa da Globo Internacional que fala sobre imigrantes que fazem sucesso fora do Brasil – contando a história de Fabricio.

Fabricio sempre teve vontade de voltar para o Brasil, era aqui que ele queria fazer sucesso. O Brasil sempre esteve presente nos sabores das suas criações e ser reconhecido por seu trabalho na sua terra natal era seu grande objetivo.

Ele tentou ser Chef em alguns restaurantes em Salvador enquanto ainda estava nos EUA, mas acreditem, mesmo com toda a sua formação, eles ignoraram seu talento.

No Salt passou um ano. Foram oito anos na cadeia Ritz Carlton e treze anos nos EUA. Era hora de retornar para o Brasil. Ele vendeu tudo o que tinha e voltou para casa.

Seu primeiro trabalho em Salvador foi no “Mistura”. Ele começou refinando o menu e o sucesso veio logo em seguida, mas confessa tristemente que nunca foi reconhecido como Chef, apesar do sucesso alcançado no restaurante.

Fabricio queria reconhecimento, seu interesse nunca foi financeiro – e ele viu essa oportunidade no Restaurante Al Mare. Eles deram carta branca a Fabricio, acreditaram e apostaram no talento dele. Ele ousou e revolucionou por acreditar no produto fresco, feito na hora e na sua apresentação sofisticada, sempre levando sua marca registrada: a alquimia de sabores. O restaurante foi eleito por três vezes o melhor restaurante de Salvador pela revista “Comer & Beber”, da Veja, enquanto tinham Fabricio como seu Chef. Bateram o record de faturamento de quase um milhão por mês e a mesma revista o premiou como Chef do Ano em 2014.

Foi numa viagem com Edinho Engel (Chef e Proprietário do Amado) que surgiu o convite para Fabricio assumir o Amado. Ele pensava que encontraria uma Ferrari pela frente e, mais uma vez, se deparou com inúmeras dificuldades, precisando colocar a casa em ordem. Ele aplicou seu conhecimento e técnica de gestão, além de optar por produtos sazonais, ousando em mudar um menu que já existia há muito tempo. De 65 pratos, o restaurante passou a oferecer 30, dos quais ele mudava constantemente. Sofreu resistência, mas não abriu mão dessa mudança. A ideia é sempre surpreender os clientes. Ele passou um bom tempo organizando a casa, mas só agora, após um ano e alguns meses estruturando o restaurante, que ele haveria de colher os frutos maiores do seu trabalho, ele resolve abrir seu próprio restaurante. Atualmente Fabricio também está alçando vôo para partir numa viagem em direção ao seu sonho maior: ter seu próprio restaurante.

Nesse momento eu o questiono:

– Mas Fabricio, depois de tanto trabalho você não vai ficar para colher os frutos maiores?

Ele me responde:

– Eu nunca almejei o dinheiro, minha vinda para cá foi projetada, queria ter reconhecimento e visibilidade nacional. Ganhamos o melhor restaurante do nordeste em 2015. Ganhei o prêmio Chef Revelação do Brasil pela Revista Prazeres da Mesa, também em 2015. Ganhei o Prêmio por Alex Atala, em São Paulo. E agora que esse reconhecimento nacional aconteceu está na hora de abrir meu próprio negócio. Eu ainda acredito que o meu papel é de alavancar a gastronomia baiana formando profissionais. (Edinho sempre soube desse objetivo de Fabricio abrir seu próprio restaurante e reassumiu o Amado em junho de 2016).

E ele tem feito isso. Ele tem mudado a estrutura de vários restaurantes na Bahia através da sua consultoria e técnica em gestão de restaurantes. Ele vê isso como uma missão, será o seu legado!

E falando do seu restaurante, precisamos falar de Lisiane Arouca, sua futura sócia nessa empreitada. Fabricio conheceu Lisiane há três anos, em um curso de culinária. Ela estava recém-separada e com duas filhas. Eles ficaram amigos, mas não demorou muito para se envolverem. Lisiane, também Chef, especialista em doces, fazia parte da equipe 4 Chefs.

E foi buscando um novo ateliê para ela que eles encontram um lugar para criar não só um ateliê, mas um restaurante. Serão 50m3 de salão mais a área de serviço. O desenho da cozinha é de Fabricio, mais um de seus talentos!

“Origem”, esse é o nome do restaurante desse grande batalhador, um Chef que tenta revolucionar a culinária com produtos simples e sazonais. Origem remete à busca a suas origens, a simplicidade dos elementos. Mas não espere encontrar um escondidinho lá. Ele usará sim todos os produtos típicos da sua terra, mas de outra forma. No vídeo feito pelo Planeta Brasil, eles o chamam de alquimista culinário. E é bem por aí, ele cria pratos sofisticados, principalmente inusitados, com elementos simples.

Além de ser um grande Chef, ele é, antes de tudo, um grande homem, um grande guerreiro. Seu restaurante terá papel importante no treinamento e aperfeiçoamento de profissionais do ramo. Sorte daquele que puder absorver um pouco do seu conhecimento. E que sua técnica se dissemine e que venha assim uma nova era nos restaurantes baianos. Recordem-se do que estou falando, um dia teremos Fabricio como um dos revolucionários da cozinha baiana e brasileira. E que assim seja!

Que o Origem nos enfeitice com seus sabores e que tragam ainda mais prosperidade para esses dois grandes Chefs, porque ele são merecedores!

Eu prevejo sucesso!

  • Fabricio e Lisiane abriram o Restaurante Origem no dia 28 de julho de 2016 com sucesso e lista de reservas esgotadas por semanas!
  • Vale a pena conferir essa aventura gastronômica!!

Foto: Gabriella Negromonte

Share This: